Barry White completaria 76 anos: confira 6 discos marcantes do cantor

'Let The Music Play', 'Stone Gon' e 'Chang' estão na lista

Barry White completaria 76 anos: confira 6 discos marcantes do cantor

Por: Nicole Defillo 


Barrence Eugene Carter, mais conhecido como Barry White, nasceu no dia 12 de setembro de 1944 e veio a falecer no dia 04 de julho de 2003. Ele foi um cantor, compositor, maestro e produtor musical norte-americano, famoso por inúmeros sucessos em estilo soul, disco e de baladas românticas - como 'Never, Never Gonna Give Ya Up'  e por sua voz profunda e grave.


Hoje, este musicista tão importante para o cenário da do soul internacional, completaria 76 anos de vida. E, para comemorar essa data, nós elaboramos uma lista para você relembrar 6 discos icônicos que marcaram a carreira de Barry White. 


Confira: 


Stone Gon' (1973)



Este é o segundo álbum de estúdio de Barry White, lançado em 1973 pelo selo 20th Century. O LP foi arranjado por Barry White e Gene Page, conhecido pelo seu trabalho como maestro, compositor, arranjador e produtor de discos norte-americanos.


O disco liderou a parada de álbuns de R&B, e também alcançou a vigésima posição na Billboard e a décima oitava na UK Albums Chart. A produção foi um sucesso, rendendo dois singles no Top 10 da Billboard R&B, 'Never, Never Gonna Give Ya Up' e 'Honey Please, Can't Ya See'. 


Just Another Way to Say I Love You (1975)



'Just Another Way to Say I Love You'  liderou a parada de álbuns de R&B, sendo ele o quarto projeto consecutivo de White a atingir essa marca. O disco alcançou a décima sétima posição na Billboard e 12ª posição na UK Albums Chart. Além disso, o lançamento rendeu dois singles no Top 10 da Billboard R&B, sendo 'What Am I Gonna Do With You', em primeiro lugar, e 'I'll Do for You Anything You Want Me To'. 


Let The Music Play (1976)



Este é o quinto álbum auto-produzido pelo artista. As músicas, gravadas em 1975, foram lançadas em janeiro de 1976 pelo selo 20th Century, o que levou a produção a alcançar a oitava posição na parada de sucesso de álbuns de R&B e, a posição 42º na Billboard. Além disso, o trabalho também conquistou a vigésima segunda posição no ranking do Reino Unido. 


'Let The music Play' rendeu o single Top 10 da Billboard R&B, sendo, na verdade, uma saída de seu álbum anterior 'Just Another Way to Say I Love You' - que alcançou a 4º posição. Além disso, ele também arrematou o trigésimo segundo lugar na Billboard Hot 100 e o nono na UK Singles Chart.


The Man (1978)



O álbum se tornou o sexto no topo das paradas de sucesso de R&B, além de chegar na posição 30º no ranking pop da época. O single principal do disco, 'Your Sweetness Is My Weakness', ficou com a segunda posição na lista de R&B e 60º na Billboard Hot 100.


Enquanto isso, a capa de White de 'Just the Way You Are' de Billy Joel, alcançou a 45º posição na listagem de R&B e a 12º posição no UK Singles Chart. Já o cover de 'It's Only Love Doing Its Thing', também conhecida como 'It's Only Love',  viria a ser um sucesso para a banda britânica Simply Red em 1989. 


The Icon Is Love (1994)



O projeto é o décimo nono álbum de estúdio de Barry White, lançado em 1994 pela A&M Records. O disco representou um grande retorno crítico e comercial para o artista, e se tornou facilmente sua produção de maior sucesso desde o seu auge nos anos 1970. 


'The Icon Is Love' foi o sétimo álbum do cantor a chegar ao topo da parada de R&B, e também teve sua melhor posição no ranking pop desde 1977. Ele também foi o primeiro LP da carreira do musicista, em 16 anos, a alcançar as 50 melhores posições na parada britânica. Por conta do enorme sucesso, o single 'Practice What You Preach' foi o maior desde 'It's Ecstasy When You Lay Down Next to Me'.


Staying Power (1999)



'Staying Power' é o vigésimo e último disco de estúdio do cantor, lançado em 27 de julho de 1999. O álbum foi o primeiro lançamento do músico em cinco anos, e sua única gravação para o selo Private Music, com quem assinou após um contrato de quatro produções com a A&M que culminou em 1994, com o aclamado 'The Icon Is Love'.


O disco apresenta duetos com Chaka Khan e Lisa Stansfield. Estas são as únicas faixas do artista com crédito vocal compartilhado, além da coletânea de duetos de 1981, de Barry and Glodean. O single principal 'Staying Power', pode não ter sido um sucesso significativo quando comparado aos outros hits, contudo, ganhou dois prêmios Grammy nos anos 2000 nas categorias Melhor Performance Vocal R&B Masculina e Melhor Performance Vocal R&B Tradicional.

 

r